Decorria o mês de Novembro de 2006, quando na Expo-Aves do Clube Oritófilo Ribatejano adquirimos o primeiro casal de Diamantes Mandarins Castanho. De apenas um casal passámos para uma mão cheia de casais, um início auspicioso que nos levou a participar pela primeira vez em exposições com diamantes mandarins logo no ano seguinte. Ao longo de mais de uma década fomos participando nas melhores e mais competitivas exposições a nível nacional.
Com muita dedicação e resiliência conseguimos alcançar os objectos que paulatinamento foram surgindo, aumentando a confiança no nosso trabalho e simultaneamente o desejo de participar nas mais reconhecidas exposições de mandarins a nível Europeu, como é o caso do Interancional de Reggio Emilia, em Itália, no qual participámos e visitamos pela primeira vez em 2017.

Ainda em 2017, visitámos a maior exposição de Diamantes Mandarins, o NZC Show 2017, dando início à preparação para a participação na edição no ano seguinte. A possibilidade de networking com muitos dos melhores criadores de diamantes mandarins do Mundo, permitiu-nos múltiplas aprendizagens, despertando a atenção para detalhes e formas de maneio que até então não estavam a ser consideras.
Para 2018 traçámos como objetivo principal participar pela primeira vez no NZC Show, que se realiza anualmente no primeiro fim de semana de Outubro na pacata vila de Beusichem, Holanda. Foi uma experiência fantástica a todos os níveis! Apenas participando é possível ter a real noção da grandiosidade, do grau de dificuldade e do nível de exigência que caracteriza este evento.

Que melhor "desculpa" para viajar que ir estabelecer novas pontes de contacto e visitar criadores de renome a nível internacional? Foi o que fizemos em 2018, por ocasião de um breve período de férias na Escócia onde surgiu a possibilidade de visitarmos os irmãos Adam e Dougie Fleming, tendo sido brindados com uma qualidade extraordinária das suas aves... que belos cinzentos! Uns minutos de conversa e muitos novos inputs para as melhorias que temos vindo a tentar implementar desde então.
Continuando o caminho de Edimburgo até às Highlands, fizemos nova paragem para visitar o Gary Craig e o seu pai. Viemos maravilhados com a qualidade das suas aves e pelo trabalho que têm vindo a desenvolver.
Planos para uma manhã de sábado, na Holanda? Visitar Jan Pastoor!!! Fantástico acolhimento e enorme disponibilidade para partilha de experiências e de conhecimentos técnicos. Tivemos ainda a oportunidade de continuar a análise de algumas das aves in loco no NZC Show 2018, na manhã do dia seguinte. Se a viagem valeu pela experiência na sua globalidade, o pedaço da manhã de domingo deu sentido a muitos dos momentos desta viagem e de viagens futuras.

Entre em Contacto
Redes Sociais
Contactos